sábado, 4 de julho de 2009

Pra que falar com os botões, se isso é muito mais irritante?!


-Por que você não vai arrumar alguma coisa pra fazer, e me deixe em paz?
-Já sei, e se eu postasse no Blog?
-Se você quer.
-Eu quero.
-Então sinta-se a vontade.
-Tá.
-Você tá falando sério?
-Sim.
-Tem certeza, que você quer postar no Blog?
-Ahan.
-Eu não acredito.
-Mas vou.
-Só uma curiosidade: Por que você postaria no Blog?
-Porque eu to afim de postar no Blog.
-Vou me arrepender de perguntar isso: E o que você pretende postar no Blog?
-Não sei, alguma coisa.
-Você não sabe o que postar no Blog?
-Não.
-Então não poste.
-Mas eu quero.
-Ai, que droga! Como você quer se não sabe o que postar?!
-Eu quero postar alguma coisa no Blog!
-Mas você não tem nada para postar.
-E daí, eu quero postar no meu Blog!
-Mas você vai postar o que, se não tem nada pra postar.
-Não sei, mas eu quero postar no meu Blog!
-Cara, você nem sabe o que vai postar!
-Não tem problema, é meu Blog e eu posto a hora que eu quiser.
-E se eu não quiser?
-Problema é seu!
-Mas nós somos a mesma pessoa, idiota, se o problema é meu, é seu tambem!
-Se eu sou idiota, e se é do jeito que você ta falando, então você é idiota tambem!
-Aí, meu Deus! O QUE EU FIZ PRA MERECER ISSO?!
-Teve uma segunda personalidade.
-Ah! Eu desisto, poste o que você quiser...
-Terminei! Quer ver?
-Ok. CARA! VOCÊ POSTOU NOSSA CONVERSA?!?!
-Legal né?
-Que idéia ridicula!
-Que bom que você gostou!
-Ah, ja chega, eu quero divórsio.
-Tá bom, mas eu fico com o corpo!
-Como assim?!
-Sim, eu estava nele antes de você chegar, então ele não entra na comunhão de bens.
-Droga... E se eu te deixar a minha coleção de LPs?
-Não seria muito util, sem um ouvido, eu acho...
-Ah, merda.
-Sem palavões!
-Tá, tá, tá bom... Então só continua quiétinho enquanto eu continuo dirigindo.
-Tá.......................... Posso cantarolar?
-AI, QUE INFERNO!!!
-Uhun-hun hu-hun hu-hun, uhun-nu-num, nha-nun-nhun-num-num. Uhun-hun hu-hun hu-hun, uhun-nu-num, nha-nun-nhun-num-num.
-Você pode pelo amor de Deus cantarolar alguma coisa que não seja da Xuxa?!
-Você é tão chato.
-Otimo, então não fale comigo.
-Mas aí eu não teria com quem falar, ja que você só deixa eu falar comigo mesmo, ou seja você!
-Então fale sozinho! Divída sua mente em dois e fale sozinho!
-A ultima vez que fiz isso saiu você. ^^
-Droga.
-Pelo menos você nos amadureceu.
-Eu cheguei e joguei você de lado, o que é perfeito, ja que você é infantil.
-E você é um antipático.
-Só com quem me enche o saco!
-Eu te encho o saco?
-Não, imagina... ¬¬'
-Ai, que bom, por um minuto achei que você não gostava muito de mim, e que eu te enchia o saco.
-Será que vai demorar muito para chegarmos...
-Você fala como se estivessemos num carro.
-É quase a mesma coisa.
-É um corpo.
-Desde que eu comecei a dirigir, você não bateu mais.
-Ta vendo? É o nosso corpo, não um carro.
-DA NA MES-MA! O importante é que eu faço nós sermos legais.
-Não somos populares.
-Somos aceitaveis.
-Tá...
-Silencio, graças a Deus.
-Fiuuuuuuiuiu-iu-iu-fiu-fiu.
-PARA DE ASSOVIAR!
-AssoBÍar.
-AssoVÍar.
-As-so-BÍ(bibibibi)-ar.
-NÃO! É ASSOVIAR! POR ISSO QUE EU TO NO CONTROLE! EU FAÇO AS COISAS CERTAS! DROGA!
-Mas é sem graça.
-Ah...
-Olha! Lá! Sorvete! Vamos tomar um?
-Não.
-Ah, Vamos?!
-Não.
-Ah, por favor?
-Não.
-Ah, mas seria tão bom!
-Olha aqui: É inverno, estamos em Curitiba, a capital mais alta do País, e estamos no inverno, a 6°C. Eu não vou tomar sorvete.
-Chato.
-Quer parar de me chamar de chato. Eu estou nos protegendo. No seu ritmo gastarimos tudo que recebemos com sorvetes, e acabariamos morrendo congelados por dentro, com pneumonia, obesidade, e 350 de colesterol!
-M'... ma'... mas... ma'... eu... ahn... n-não queria n-nos mat-tar.
-Olha amigão, não faz essa cara, eu nos compro um chocolate depois, tudo bem?
-EBA! CHOCOLATE.
-O que foi que eu fiz...?
-Eu gosto de chocolate ao leite, chocolate com castanhas, chocolate meio amargo, amáro, branco, com amendoim, com...
-Chega! Por favor... minha cabeça ta doendo.
-Não tá, não. Ela é minha tambem e eu sei que ela não tá doendo.
-Fshhhh.
-Bilú lú-lú, bilú-bilú-bilú. Bilú lú-lú, bilú-bilú-bilú LÁ-LÁ. Bilú lú-lú, bilú-bilú-bilú.
-Pare, vái?!
-Não... só se você deixar eu "dirigir"
-Fora de cogitação.
-Você fala engraçado! Deixa?
-Não.
-Ah, deixa vai?!
-Não.
-Ah, por favor?
-NÃO!
-Ah, vai?
-Por que você não vai arrumar alguma coisa pra fazer, e me deixe em paz?
-Já sei, e se eu postasse no Blog?
-AAAAAHHHHHHHHHHHHHH!

3 comentários:

Sarah disse...

aheuaheuhaeuaehuhae
ri muito!!

Tico disse...

Dia-monólogo

Nana disse...

nem ri. [mentiira]

sério qe vc é MEU irmão? nascemos do mesmo útero?
não sei o qe eh pior... sermos irmão,ou termos a MESMA mãe...

duvida cruel.........